Fernando Bezerra – Historietas

Publicado: Janeiro 6, 2016
Zás-trás Historietas
por Laura Campanér
laura.campaner@bol.com.br

Foto: Laura Campaner

Contar históriFoto: Laura Campaneras é uma arte que envolve paixão e criatividade.

Causos, fábulas, lendas, contos e tradição oral de diferentes países é a provisão que compõe a sacola mágica do contador, sua caixa de surpresas.

Pois é assim que Fernando abre sua seleta de histórias para entreter adultos e crianças com um diversificado repertório de contador, enquanto sua arte chega ao público aprimorada muitas e muitas vezes pela experiente carreira como ator.

Formado em atuação pela UNI-RIO, já atuou em mais de sessenta montagens teatrais, dentre as quais se destacam algumas encenações antológicas, como RALÉ (de Máximo Gorki com direção de Gianni Rato), LA CELESTINA (de Fernando de Rojas com direção de Ziembinsky), MORTE E VIDA SEVERINA (de  J. Cabral de M. Neto com direção de  Silnei Siqueira ,) O INTERROGATÓRIO (de Peter Weiss com direção de Celso Nunes) e ENCONTRO  NOTURNO (de F. Dürenmatt  Jr, com direção de Rubens Siqueira).

Agraciado com diversas premiações em sua trajetória, Fernando recebeu em 2011 o Prêmio APCA de Melhor ator de cinema e em 2010 o Prêmio de melhor ator no Festival de Brasília, por seu trabalho em “Transeunte”, filme de Eryk Rocha, seu décimo primeiro filme.

Foto: Laura CampanerSeu repertório mais recente conta com “Zás-trás Historietas”, um momento de abstração do cotidiano dirigido ao público adulto, onde apresenta de fontes diversas, histórias curtas e divertidas; “Noites e Causos do Sertão” onde interpreta causos escolhidos da obra de Cornélio Pires (renomado folclorista da literatura regional paulista), expondo a linguagem do sertão em seu aspecto mítico; e as lendas reunidas na contação infantil “Canta Passarinho”, onde Fernando convida as crianças a entrar no universo da floresta e seus habitantes.

Assista:

Canta Passarinho

Assista entrevista com Fernando Bezerra