Fandango Urbano

Publicado: Fevereiro 6, 2016
Viola de arame, rabeca e percussão
por Bel Carrilho Martins
borage@uol.com.br
LAURA_CAMPANER_BORAGE_PRODUTORA

Laura Campanér – Foto: Borage Produtora

LUCIA_MUGIA_B ORAGE_PRODUTORA

Lúcia Múgia – Foto: Borage Produtora


 

 

 

 

 

 

 

 

A manifestação cultural chamada Fandango é fruto da herança musical trazida ao Brasil pelos portugueses, encontrada hoje em dia principalmente no litoral paulista e paranaense.

Gênero musical dançante, tocado em festas caiçaras, a prática do fandango está associada à organização de trabalhos coletivos (mutirões), onde o organizador oferece como pagamento aos ajudantes voluntários, “um Fandango”– espécie de baile com música e comida farta.

No passado, a base musical do fandango era a rabeca, a viola de arame e o adufe (pandeiro português). Hoje em dia os fandangueiros acrescentam o violão e o cavaquinho para dar mais volume sonoro.

Os principais ritmos utilizados no fandango caiçara são a chamarrita e o dandão. Encontramos também o ritmo da cana verde, que no Brasil corresponde ao arrasta-pé.

Com a proposta de de trazer para o cotidiano urbano uma mostra do fandango, o Trio Fandango Urbano se apresenta com um repertório dedicado à pesquisa e releitura do fandango, mesclado à música tradicional do folclore português.

FABIO_DAROS_B ORAGE_PRODUTORA

Fábio Daros – Foto: Borage Produtora

Formado por Lúcia Múgia (rabecas), Laura Campanér (viola caipira e viola de arame) e pelo percussionista Fábio Daros, o trio Fandango Urbano toca temas do fandango do litoral paulista, em especial de Cananeia e Iguape, numa releitura das músicas registradas em pesquisa pelo Museu do Fandango Vivo em 2005.

Além disso, seu repertório inclui temas da música folclórica portuguesa, conhecidos do público pelas gravações da cantora Amália Rodrigues como: Tiro-Liro-Liro; Bailinho da Madeira; Fado dos Caracóis; Ó Lauridinha; Ó Malhão e Cana Verde do Mar.

A semelhança dessas canções com as mais tradicionais canções da música regional brasileira não é mera coincidência.

 

 

 

 

Assista trechos do Fandango Urbano:

(Bailinho da Madeira) – folclore português