Tambores japoneses

Publicado: novembro 1, 2016
Kiendaiko Taiko
por Laura Campanér

laura.campaner@bol.com.br


Vibração, energia e sincronismo são alguns pré-requisitos do Taiko.

taiko_foto_laura_campaner_3

taiko_foto_laura_campaner_1Conhecido como um catalisador de energias, o tambor, não importa de que nacionalidade ele venha, tem como particularidade o magnetismo rítmico que  eleva à outros estados de consciência, para além dos sentidos.

Não poderia ser diferente com os tambores japoneses, conhecidos como Taiko.

Embora o termo no Japão se refira apenas a um tambor, no Brasil o Taiko engloba uma variedade de instrumentos de percussão em tambores de tamanhos e sons diferentes.

A tradição do Taiko tem origem no Japão feudal onde era usado para motivar as tropas ou mesmo para definir o ritmo da marcha, entre outras finalidades.

Expressando a cultura japonesa em diferentes aspectos, o Taiko se caracteriza pelo estilo de apresentação conjunta que usa vozes e instrumentos de corda ou de sopro como acompanhamento. taiko_foto_laura_campaner_2

No Brasil, mais especificamente em São Bernardo do Campo – SP, um grupo de jovens vêm mantendo a tradição do Taiko desde 2007.

Apoiando seu conceito em um profundo sentimento de “vibração interior do coração”, significado de seu nome, o grupo Kiendaiko tem como proposta o resgate, a preservação e a divulgação da cultura japonesa através da arte do Taiko.

Confirmando a premissa da arte dos tambores, a performance desses jovens envolve disciplina, concentração, determinação e vários outros aspectos considerados como peculiares do espírito japonês, mesclados ao espírito brasileiro de alegria, ritmo e criatividade dos integrantes do grupo para a execução de seus instrumentos.

Assista o Kiendaiko Taiko: